quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Mundo novo

Esses dias me caiu a ficha de que quando eu perdi o meu mundo eu ganhei uma vida.
Engraçado né. Depositamos todo nosso melhor em alguém e ao perdemos, percebemos que
esse lugar é tão amplo para nos fecharmos em um casulo à dois. 
Eu me perdi totalmente quando não te tinha mais, fiquei sem rumo e não existia nada que me fizesse encontrar direção para seguir adiante. Até que um dia, sem mais nem  menos, eu acordei e vi que lá fora existia tanta coisa linda pra conhecer, tantos sorrisos novos que queriam abrir o meu e tanta gente tentando fazer parte de mim. E eu me deixei levar, me deixei florescer de novo e notar que não vale a pena ficar enjaulada dentro de uma dor com tantos modos diferentes de ser feliz.
Me atirei de cabeça, num lugar novo e fui sem medo. Deixei toda a dor existir e quando eu tive certeza de que ela já não fazia mais parte de mim, ela foi embora. Foi embora junto com todos meus sentimos de arrependimento e querer voltar atrás. 
Apendi que quando a gente vive a dor é mais fácil de deixa-la ir. E quando ela se vai, tudo de ruim que existiu, vai junto. E fica só as coisas boas porque depois dela, é só o que resta. Tudo é bom, tudo é novo e se sentir livre de qualquer sentimento amargo, não me deixa mais ficar presa a alguém.
Fui viver tanto que até agora não consigo achar palavras que possam agradecer. E o nosso término foi uma oportunidade que me destes de me ampliar. Eu sou mais!! Eu consegui enxergar o quanto sou muito, o quanto posso muito e o tanto de mim existe espalhado por cada pontinha desse mundão que tem sido tão meu.
Eu tenho sido eu, e confesso que ao teu lado, não conhecia o melhor de mim. Não conhecia porque eu te dava tudo e esse meu melhor, sempre foi só teu. É tão bom olhar pra trás e enxergar tudo como aprendizado. Hoje sou mais confiante, não tão neurótica e menos dependente. Tenho uma vida, amigas e programas de meninas pra fazer. Agora sei diferenciar o que é necessário do que é preciso e consegui notar que o meu mundo é muito grande pra ser todo de alguém. 
Hoje eu sou tudo que eu sempre quis e ao teu lado não conseguia. / a.v

Nenhum comentário:

Postar um comentário